Comunicado de Imprensa

A CIDH conclui sua visita oficial ao México no marco dos sete anos após o desaparecimento dos 43 estudantes de Ayotzinapa

30 de setembro de 2021

Links úteis

Contato de imprensa

Imprensa da CIDH

cidh-prensa@oas.org

Lista de distribuição

Subscreva-se a nossa lista de distribuição

Washington, D.C. / Cidade do México. – A Comissão Interamericana de Derechos Humanos (CIDH) realizou uma visita oficial ao México entre os dias 24 e 27 de setembro no âmbito das atividades de seu Mecanismo Especial de Acompanhamento do assunto Ayotzinapa (MESA). Nesta ocasião, a CIDH acompanhou as famílias no marco dos sete anos desde as graves violações aos direitos humanos cometidas neste caso.

A delegação da Comissão esteve liderada pela Comissária Relatora para o México e coordenadora do MESA, Esmeralda Arosemena de Troitiño, e integrada pela Secretária Executiva, Tania Reneaum Panszi, e a equipe técnica da Secretaria Executiva. Durante a visita, a Comissária Arosemena reuniu-se com o Presidente da República, Andrés Manuel López Obrador, a quem reiterou sua disposição de prestar assistência técnica a través do Mecanismo Especial.

Além disso, a delegação reuniu-se com o Presidente da Suprema Corte de Justiça da Nação, Ministro Arturo Zaldívar Lelo de Larrea; da mesma forma, estuve presente na reunião da Comissão Presidencial para a Verdade e o Acesso à Justicia do Caso Ayotzinapa (COVAJ) e realizou uma reunião técnica com o representante do Poder Judicial da Federação perante à COVAJ, Carlos Alpizar Salazar. A Comissão também se reuniu com a titular da Comissão Nacional de Busca de Pessoas, Karla Quintana Osuna.

A CIDH realizou um encontro com as famílias dos beneficiários da Medida Cautelar 409/14 e seus representantes legais no qual reafirmou seu compromisso em seguir acompanhando de perto a sua luta por encontrar seus filhos e buscar o esclarecimento dos fatos; e participou nos atos comemorativos do sétimo ano desde a desaparição dos 43 estudantes normalistas de Ayotzinapa. 

A Comissão agradece o governo mexicano pelas facilidades brindadas que permitiram realizar as reuniões durante a visita oficial, assim como o apoio logístico.

A CIDH é um órgão principal e autônomo da Organização dos Estados Americanos (OEA), cujo mandato surge a partir da Carta da OEA e da Convenção Americana sobre Direitos Humanos. A Comissão Interamericana tem como mandato promover a observância e defesa dos direitos humanos na região e atua como órgão consultivo da OEA na temática. A CIDH é composta por sete membros independentes, que são eleitos pela Assembleia Geral da OEA a título pessoal, sem representarem seus países de origem ou de residência.

No. 257/21

8:00 AM