Comunicado de Imprensa

Tania Reneaum Panszi assume como Secretária Executiva da CIDH

3 de junho de 2021

Enlaces útiles

Regulamento da CIDH

Contato de imprensa

Imprensa da CIDH

cidh-prensa@oas.org

Lista de distribuição

Subscreva-se a nossa lista de distribuição

Washington, D.C. – Tania Reneaum Panszi assume como Secretária Executiva da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) a partir de 1 de junho de 2021. Sua escolha foi anunciada no último dia 4 de maio por um período de quatro anos, prorrogáveis por mais uma única vez.

A seleção de Tania Reneaum Panszi, de nacionalidade mexicana, foi o resultado de processo amplo, aberto, transparente e participativo. A nova Secretária Executiva é doutora em direito pela Universidade Pompeu Fabra de Barcelona, Espanha. Ela conta com dois mestrados, o primeiro um Mestrado Internacional em Direito Penal e Problemas Sociais Comparados pela Universidade de Barcelona e o segundo, um Mestrado Oficial em Ciências Jurídicas pela Universidade Pompeu Fabra. É formada em Ciências Jurídicas pela Universidade Centro-Americana José Simeón Cañas de El Salvador. Tem mais de 23 anos de experiência profissional trabalhando pelos direitos humanos no âmbito acadêmico, e com a sociedade civil, governo e organizações internacionais. Conta com um vasto conhecimento dos instrumentos do Sistema Interamericano. Foi diretora executiva da Anistia Internacional no México. No âmbito da gestão de talentos e recursos financeiros, liderou numerosas equipes em diversas organizações e implementou estratégias bem-sucedidas para a arrecadação de fundos.

Em observância ao procedimento estabelecido no Artigo 11 do Regulamento da CIDH, a atual Secretária Executiva ocupará o cargo de junho de 2021 a junho de 2025, o qual poderá ser renovado mais uma vez por outros quatro anos.

La CIDH est un organe principal et autonome de l'Organisation des États Américains (OEA) dont le mandat émane de la Charte de l'OEA et de la Convention américaine relative aux droits de l'homme. La Commission interaméricaine a pour mandat de promouvoir le respect et la défense des droits de l'homme et de servir, dans ce domaine, d'organe consultatif de l'OEA. La CIDH est composée de sept membres indépendants, élus à titre personnel par l'Assemblée générale de l'OEA et qui ne représentent pas leurs pays d'origine ou de résidence.

No. 142/21