Nota à Imprensa


A OEA apresenta um "Relatório Branco" para combater a violência online contra as mulheres

  25 de novembro de 2019

A Secretaria-Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), com o apoio do Governo do Canadá, lançou hoje o white paper "Combate à violência on-line contra as mulheres. Um apelo à proteção", coincidindo com o Dia Internacional da A Eliminação da Violência contra as Mulheres das Nações Unidas. Esta agência definiu a violência contra as mulheres como “qualquer ato de violência que tenha ou possa resultar em dano físico, sexual ou psicológico ou sofrimento às mulheres, bem como ameaças de tais atos, coerção ou privação arbitrária da liberdade, quer ocorram na vida pública ou na vida privada”.

O objetivo da publicação é alertar representantes do governo e da sociedade em geral sobre a situações de violência contra as mulheres nos meios cibernéticos. O documento incorpora e analisa os métodos mais utilizados na violência contra as mulheres por meios eletrônicos e como esse problema é tratado nos países da América Latina e do Caribe. Por fim, incorpora 10 medidas ou recomendações para previnir e combater a violência contra as mulheres no ciberespaço.

A Secretária de Segurança Multidimensional da OEA, Farah Urrutia, disse que “erradicar a violência contra a mulher em todas as suas formas e manifestações é um objetivo comum e prioritário no qual todos os esforços são necessários. A Internet não pode ser deixada de fora dessa luta, por isso é muito importante aumentar a conscientização sobre a violência sofrida por muitas mulheres, especialmente as mais jovens, no ciberespaço. Com esta publicação que lançamos hoje, nos juntamos à chamada que as Nações Unidas fazem neste Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres.”

Para obter mais informações, faça o download do white paper aqui:
ESPANHOL | INGLÊS | FRANCÊS | PORTUGUÊS

Contatos de mídia:
Miguel Angel Cañada – OEA
OASPress@oas.org

Referencia: P-108/19