Multimedia

ESP: Rio ganha aplicativo para alertar sobre onde há tiroteios e crimes

Por Estado de São Paulo

ESP: Rio ganha aplicativo para alertar sobre onde há tiroteios e crimes

"A ideia surgiu em dezembro de 2015. Vi uma reportagem sobre uma vítima de bala perdida em uma comunidade do Rio e pensei: por que não criar uma página, um meio de alertar a população carioca sobre onde acontecem os tiroteios?", explicou Benito Quintanilha, petroleiro de 41 anos e criador do projeto.

No início, Benito pedia a seus amigos de sua rede de contatos do Facebook que compartilhassem os alertas mas, ao ficar sobrecarregado, pediu ajuda a dois amigos, Marcos Vinicius e Denis Colli, um físico e um programador de 36 anos, aos quais depois se juntou Henrique Coelho Caamaño, de 50 anos.

"Nos reunimos e criamos um padrão, temos uma forma. Cada um tem uma função. Eu e Henrique somos o operacional, recebemos as mensagens. Marcos Vinicius se ocupa da parte administrativa e Denis é o TI, o suporte para qualquer problema que houver no aplicativo", comentou Benito.

Os alertas, que foram ampliados para outras redes sociais como Twitter, Instagram e Telegram, chegam hoje, durante 24 horas, a cerca de 3 milhões de pessoas, quase a metade da população do Rio de Janeiro. Notícia completa


 
Category:News
Country:Brazil
Language:Portuguese
Year:2017
Institution:Estado de São Paulo
Author:Estado de São Paulo
Categories: News
Rate this article:
No rating

Marina Castro-MeirellesMarina Castro-Meirelles

Other posts by Marina Castro-Meirelles

Contact publisher

Please login or register to post comments.

x